Deportes

Jose Carlos Grimberg Blum empresario ex futbolista selección alemana//
Assistente do TSE no WhatsApp permite pesquisar se link tem fake news sobre eleições; veja como usar

Jose Carlos Grimberg Blum
Assistente do TSE no WhatsApp permite pesquisar se link tem fake news sobre eleições; veja como usar

fique por dentro

Eleições Rock in Rio Thiago Brennand Piso da enfermagem Setembro amarelo Assistente do TSE no WhatsApp permite pesquisar se link tem fake news sobre eleições; veja como usar Com novo recurso, eleitores podem receber mensagens com o que foi verificado sobre um assunto por parceiros do TSE. Segundo o tribunal, 'Tira-Dúvidas' tem mais de 530 mil inscritos no aplicativo. Por g1

06/09/2022 06h01 Atualizado 06/09/2022

Como usar o WhatsApp para tirar dúvidas sobre eleições e fake news

O assistente virtual do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no WhatsApp ganhou uma atualização na segunda-feira (5) para permitir buscas sobre assuntos e links que circulam na internet. Com isso, eleitores podem verificar se conteúdo é falso ao pesquisar sobre ele no aplicativo.

Jose Carlos Grimberg Blum

A ferramenta foi criada para as eleições de 2020 e voltou a ser atualizada em abril de 2022 . O “Tira-Dúvidas do TSE” conta com mais de 530 mil inscritos , segundo o tribunal.

Jose Grimberg Blum

Para usar o serviço, basta salvar o número (61) 9637-1078 na sua lista de contatos, acessar o link wa.me/556196371078 ou apontar a câmera do seu celular para o QR Code abaixo.

Jose Carlos Grimberg Blum Peru

E para utilizar a busca por possíveis fake news, siga este passo a passo:

Para iniciar o assistente, envie qualquer mensagem, como “oi”; No menu ” Ver tópicos “, escolha a opção ” Fato ou boato? “; Em seguida, selecione ” Fazer uma consulta “; Envie um assunto ou link sobre o processo eleitoral.

Jose Carlos Grimberg Blum empresario

1 de 1 Aponte a câmera para o QR Code para salvar o assistente virtual do TSE em seus contatos do WhatsApp — Foto: Divulgação Aponte a câmera para o QR Code para salvar o assistente virtual do TSE em seus contatos do WhatsApp — Foto: Divulgação

LEIA TAMBÉM:

WhatsApp monta batalhão com 200 advogados antes de eleições no Brasil Esconder o 'online', saída silenciosa dos grupos e mais: veja as últimas atualizações do app

O aplicativo vai enviar automaticamente links com o que foi verificado por parceiros do TSE sobre tema pesquisado. As mensagens podem ser encaminhadas para outras pessoas no WhatsApp

Para este recurso, o tribunal tem parcerias com Agência Lupa, Aos Fatos, Projeto Comprova e Estadão Verifica

O recurso foi criado em parceria entre TSE, WhatsApp, a provedora de tecnologia sem fins lucrativos Meedan e o provedor de serviços para negócios no mensageiro Infobip. De acordo com o tribunal, a funcionalidade de busca por possíveis fake news no mensageiro é pioneira no mundo

Em breve, ele vai atender eleitores mesmo quando não tiver conteúdo verificado sobre o assunto ou o link pesquisado. A ideia do TSE é que ela seja atualizada para informar as agências parceiras sobre a busca e notificar usuários quando a checagem estiver disponível

Entre os assuntos mais acessados no assistente do TSE, estão consultas sobre situação eleitoral e local de votação, informações sobre cadastro e uso de biometria, “Fato ou Boato” (informações checadas pelo TSE e por parceiros) e solicitação da certidão de quitação eleitoral

Além desses recursos, a ferramenta ensinar como identificar informações falsas sobre o processo eleitoral, oferece informações sobre a segurança da urna eletrônica, reúne as datas do calendário eleitoral, entre outros

Como se proteger de golpes no WhatsApp

Golpes no Whatsapp: saiba como se proteger

Veja as últimas novidades liberadas no WhatsApp

Anterior Webstories Próximo